Fluxos

Secretaria Municipal de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana (SGCMU)
Endereço: Lobo da Costa, 520
CEP: 96010-150
Ramais
Recepção Geral – 3284 4444/ 3284 4400
Assessoria Especial / Chefia de Gabinete – 3227 7974
Recepção Gabinete / Agendamento com técnicos – 3284 4490
Diretoria Executiva – 3284 4400
Diretoria de Planejamento Territorial – 3284 4405
Serviço de Protocolo – 3284 4420
Licenciamento de Projetos – Edificações – 3284 4410
Licenciamento de Projetos – Vistoria – 3284 4450
Licenciamento de Projetos – Expedição de Alvarás – 3284 4411
Licenciamento de Projetos – Parcelamento do Solo – 3284 4412
Edificapel

A partir do esforço do governo municipal, a Prefeitura de Pelotas implanta novos conceitos em gestão, para a administração pública, prepara sua SGCMU – Secretaria de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana, para um novo conceito de relacionamento com o cidadão e o empreendedor.


Trata-se de um novo sistema de atendimento, processamento de fluxos e relacionamento, apresentado à comunidade por uma primeira versão a ser lançada ainda durante o exercício de 2015, cocriada e validada pelos técnicos da Secretaria de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana e profissionais da Construção Civil, nasce então o EdificaPel. Uma conjugação de esforços, que envolve de forma transversal várias secretarias da administração municipal ligadas a Frente de Empreendimentos Imobiliários.


Considerando-se fundamentalmente importantes compromissos ligados a valores, missão e visão, em um dedicado trabalho conjunto formado por um grupo de técnicos de várias áreas da administração, conduzido pela CEG – Coordenadoria de Estratégia e Gestão, a partir da determinação do Prefeito Eduardo Leite, institui-se o Escritório de Gerenciamento de Processos para a Frente de Empreendimentos Imobiliários, o qual tem como ferramenta de uso comum o Painel de Controle, Sistema Informatizado, concentrador de informações desenvolvido e criado pela CEG e pela Coinpel – Companhia de Informática de Pelotas.


Novas práticas como a digitalização de processos, o aprimoramento no sistema de atendimento, o investimento em ambientes mais favoráveis ao acolhimento do cidadão e dos profissionais da área, também serão alvo de investimentos.


O conceito de transparência plena é o principal foco. Além disso, acredita-se que o acesso a informação e a rapidez proporcionada via WEB, possa também agir como mola propulsora no processo de retroalimentação do compromisso de bem atender.


Logo, a partir de março de 2015, desde as primeiras reuniões técnicas, feitas por profissionais da prefeitura e profissionais da área de Empreendedorismo na Construção Civil, muitas foram as idéias, as construções de escopo e composições de cenários para geração de vários planos de ação para evolução deste projeto.


A principal meta é criar possibilidades ainda em 2015, de monitorar fluxos, melhor identificar distorções e gerar a partir desse novo modelo de mapeamento novas possibilidades de enfrentamento e melhoria no andamento dos processos. Com isso, gerando mais agilidade e modernidade na administração pública.